21 janeiro, 2009

Porque os tempos são outros e clamam por exposição. Afinal não é todo dia que se acorda com a sensação de que algo realmente diferente está por vir e essa certeza não causa um espanto extremo.
Existe muita coisa por trás do relógio no pulso e o bloco de recados sempre por perto. Não se pode mais perder um minuto sequer, um detalhe, uma afirmação avulsa, nada. Ainda há muito tempo e isso conforta, mas não paremos de correr. Sempre com muita pressa, pra não fugir tanto dos princípios.
Ouvir, absorver, com calma. Sem pré-julgamentos, pré-conceitos, pré-certezas. Você não sabe de nada, mocinha. De nada, absolutamente nada, eu diria. Aquele sorriso não é seu, nem. Não existem sinais.
Existem metas concretas, sim. Altruísmo gratuito it’s over, baby. Agora é cada um por si e Deus (se é que Ele o está) por todos. E todos, quem são? Não importa, eles são eles, não eu.
Sem essa de que amanhã, o depois também não me pertence – nem o agora. O que fazer? Acender um cigarro com a mão direita e sorrir da chuva lá fora, quando chove. Do contrário estaríamos todos os eus e nós perdidos nesse emaranhado de acontecimentos, sem nenhuma razão de ser. Não que estejamos todos cientes do nosso real papel, mas é sempre bom pensar que sim.
Um passo de cada vez, seguindo em frente. Alegria, alegria.
Um ano novo, de novo. Tudo se renova, ou não. Fechei o ciclo, isso que importa.

6 comentários:

Adrielly Soares disse...

Em frente, sempre em frente. Não consigo fechar o ciclo porque não gosto muito de mudanças. A repetição e a rotina me daão segurança. Sabe com é?
:*

Volte / Volto sempre.

Rafael Carvalhêdo disse...

Oi, moça!
Eu ainda ando por aqui, viu! rs

Me identifiquei muito com seu texto. Muito bom! Acho que fechei um ciclo agora no início do ano, mas não tô conseguindo perceber outro se abrindo. Tenho que me esforçar pra isso. É importante que eu perceba!
Olha! Estava lendo seu post abaixo deste e estou orgulhoso de você e suas experiência cinematográficas. Vejo que já quer ser cineasta. MASSA!!!
Podemos ir fazer mestrado em cinema juntos!!! rsrsrs
Confesso que fico com um pouquinho de inveja sua. A senhorita já anda fazendo filme, enquanto isso eu, no meu medo, não faço nada, fico parado! Acho que vou acabar sendo um desses que só estuda cinema mesmo! rsrsrsrs
Ah! Notícia boa... voltei pro teatro!!!
Bjãooo

Ah! Deixei um meme pra vc no meu blog... olha lá no post "Os seis fatos aleatórios sobre mim"

Cherry A. disse...

Eu tb tou tentando ser feliz...
Saudades mil de vc! :*********

Magdalene le Boursier disse...

Fechar o ciclo é REALMENTE o que importa! bjo!

[f.] disse...

Flah, te indiquei para o selo "olha que blog maneiro" lá no entrelinhaz =*

Iris disse...

é... devagar e sempre beibe!
devagar e sempre...

:D