04 julho, 2009

Sou eu

II
Não sejas o de hoje.
Não suspire por ontens...
Não queiras o amanhã.
Faze-te sem limites no tempo.
Vê a tua vida em todas as origens.
Em todas as existências.
Em todas as mortes.
E sabe que serás assim pra sempre.
Não queiras marcar a tua passagem.
Ela prossegue:
É a passagem que se continua.
É a tua eternidade...
É a eternidade.
És tu.

Cecília Meireles - Cânticos

2 comentários:

Lucas "O Médi" Cunha disse...

Cecília Meireles é dark, não é?
Ela me faz sentir, bem, eternamente mal. Ou não!

Andei escrevendo. Passa lá.
(Sem querer mencionar que tu é a minha única leitora)

Magdalene le Boursier disse...

Cecília Meireles é dark, não é? [2]